João Paulo Reis Braga

O autor, João Paulo Reis Braga, é Cientista Social, mestre e doutorando em Ciências da Religião. Seu primeiro livro aborda o suposto conflito entre Ciência e Religião e analisa o sistema de crenças dos ateus, popularizado pelos discursos dos “4 cavaleiros do ateísmo”: Richard Dawkins, Daniel Dennett, Christopher Hitchens e Sam Harris.             

A obra está dividida em três partes. A primeira é uma reconstrução histórico-sociológica de temas como a origem da Ciência Moderna, a chegada do Darwinismo, a influência dos cientistas do Club-X, as descobertas de Mendel e o surgimento do Neodarwinismo.

A segunda parte analisa, à luz da Genética, alguns mitos científicos que os ateus usam, como o da “evolução das bactérias”, da semelhança entre os DNAs de homens e chimpanzés, e o mito da abiogênese.

A última parte apresenta o sistema de controle social do discurso, descrito por Michel Foucault, e revela porque as crenças dos ateus, em especial a crença no Darwinismo, continuam sendo hegemônicas na Academia.

As conclusões da pesquisa que deu origem a este livro foram consideradas polêmicas, nada ortodoxas e bastante provocativas. Além disso, o leitor encontrará uma série de informações que eram praticamente inexistentes em língua portuguesa, a respeito de Galileu Galilei, Johannes Kepler, Darwin, Thomas Huxley, Gregor Mendel, Thomas Morgan, do Neodarwinismo e, claro, do Neoateísmo.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.