Fernando A. Murat Menezes

Aos 56 anos de idade, o professor, escritor, pesquisador, ilustrador e aviador Fernando Antonio Murat Menezes já trabalhou em diversos setores da atividade aeroespacial no Brasil, incluindo a chefia da Seção Comercial e Industrial da Infraero (SBJR) e o trabalho de analista de Marketing Militar para a Embraer. Formado professor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), com especialização em Língua Inglesa, e diplomado também em CPE pela Universidade de Cambridge, estudou no Reino Unido e hoje mora no Rio de Janeiro (RJ). Piloto de helicóptero e de aviação desportiva, a paixão de Fernando pela aviação é de fato uma questão de DNA – ele é filho do saudoso Major-Brigadeiro Lauro Ney Menezes, o primeiro Piloto de Caça supersônico brasileiro, o qual voou o Mirage III, a Mach 2, em 1967. Este icônico Caçador da Força Aérea Brasileira (FAB) teve uma Carreira brilhante, e, dentre outros grandes feitos, fez parte da ‘Operação Tigre’, que realizou o translado dos primeiros caças F-5 adquiridos pela FAB, dos EUA ao Brasil, iniciando a implantação desse Vetor enquanto Comandante da Base Aérea de Santa Cruz (BASC); foi também o fundador e primeiro Presidente da Associação Brasileira de Pilotos de Caça (ABRA-PC). A paixão pelas letras decerto advém de sua ancestralidade, mais especificamente o seu bisavô materno, Luís Norton Barreto Murat, fundador da Cadeira 1 da Academia Brasileira de Letras (ABL), além de jurista, jornalista, poeta, filósofo e político. Assim nasceu a sua primeira obra, Tormim, Brilho Fugaz; uma homenagem aos Veteranos da FAB que combateram no Teatro de Operações do Mediterrâneo, na Itália, durante a Segunda Grande Guerra. A obra foi agraciada com o prefácio do insigne Herói Veterano Tenente-Brigadeiro Rui Moreira Lima, autor do livro ‘Senta a Pua’, o qual perfez 94 Missões de Combate durante o Conflito. Fã de Ayrton Senna desde os primórdios de sua carreira, um livro que o homenageasse era só uma questão de tempo. Dois exemplares foram solicitados, pelo Instituto Ayrton Senna, para serem anexados ao Acervo do Memorial de Ayrton Senna. Sua terceira obra é um livro iconográfico, que busca trazer mais informações e imagens sobre a extraordinária Carreira de seu saudoso pai, já mencionado mais acima: o Maj.-Brig. Lauro Ney Menezes.

 

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.