António Filipe Augusto

António Filipe Augusto é professor desde 1982. Natural de Sanza Pombo, província do Uíge, começou a sua careira docente como membro da Brigada Juvenil do Ensino Comandante Dangereux. Professor de careira, com a experiênca profissional em todos níveis do ensino, é docente do ISCED/Luanda desde 1999 anos, colocado no Departamento de Letras Modernas, na secção de Língua Inglesa, onde lecciona as cadeiras de Fonética e Fonologia da Língua Inglesa e Sociolinguística. Porém, também leccionou cadeiras como Introdução aos Estudos Linguísticos, Morfologia e Sintaxe da Língua Inglesa e Psicolinguística. Por além da docência, já exerceu as funções de Chefe de Secção de Inglês e do Departamento de Recursos Humanos.

                Mestre em Análise Crítica do Discurso e Ideologia Línguístisca (uma simbiose das correntes Sociolinguísticas do pós-modernismo, das escolas Anglo-Australiana e Americana, respectivamente) pela Universidade de Witwatersrand – África do Sul, António Filipe Augusto é pós-graduado em Ensino de Língua Inglesa e Administração pela Universidade de Warwick, Grã Bretanha e licenciado pela Universidade Agostinho Neto, ISCED/Luanda, em Ensino da Língua Inglesa.

                António Filipe Augusto é autor do primeiro estudo sobre a Política Linguística de Angola, publicado em 2013, assim como do primeiro estudo da Fonologia de Kimpombo (a variante de Kikongo falada em Sanza Pombo) publicado em 2012, ambos, simultaneamente, nos Estados Unidos de América e em China, isto é, em inglês e mandarin. É também autor de vários artigos tais como O (Des)Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa: Uma Agenda Oculta, África Lusófona: Uma Identidade Prótese ou Mentes Colonizadas, Kwanza ou Cuanza: Uma Deturpação Ortográfica Escandalosa, Paz Sem Pão: Angolanos, Vítimas de Uma de uma Repressão Sociopolítica e Económica num Pleno Pós-colonialismo (do qual emanou este livro), A (Re)Colonização de uma África (Des)Colonizada: Por que África Celebrais, e outros tantos, publicados em vários semanários, assim como vários outros publicados na Revista

Kulonga (Revista do ISCED/Luanda). É prelector em várias conferências e participa em debates académicos nacionais como internacionais, tanto no país como no exterior.

                Academicamente, António Filipe Augusto tem como áreas de interesse o estudo de fenómenos sociopolíticos e económicos à volta da língua, nas perspectivas de Análise Crítica do Discurso e Ideologia Linguística, e fonologia das línguas de Angola. Nos seus tempos livres, o autor é um bom apreciador de desporto, música, dança, assim com de filmes de espionagem e investigação.

 

 

António Filipe Augusto

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.